Filme A GRANDE BATALHA é de cunho espírita e proibido para menores de 14 anos

 

 DVD - A Última Batalha O filme de longa metragem A Grande Batalha, feito em conjunto e aprovado pela Divisão Sul Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, IASD, no Brasil por iniciativa leiga do dentista João Stéfan contou com atores profissionais.  Foi lançado no Brasil em 16 de abril deste ano, com 15 mil cópias do DVD, abrangendo 70% dos distritos. A produção independente foi concluída pelo SISAC e gravadora Novo Tempo. "A Última Batalha" invadiu as igrejas no Brasil e já passou na Igreja de Cascais em Portugal conforme o site www.adventista-aconselho.com. "O filme tem aproximadamente 1h30 de duração e só a edição demorou 4 meses para ser terminada. A trilha sonora foi feita pelo músico Flávio Santos e a produção executiva ficou a cargo do pastor Williams Costa Júnior…" (no site http://www.advir.com/ultimabatalha/index_news.htm) Trata-se de um filme encerrando verdades bíblicas para o tempo do fim, com excelente música e muitas paisagens de rara beleza. O uso do drama no evangelismo está em desacordo com a Palavra de Deus e o Espírito de Profecia.  

 

Diz a serva do Senhor, EGW: “Abstende-vos de Toda Demonstração Teatral. Tenho uma mensagem para os que estão com a responsabilidade de nossa obra. Não animeis os homens que devem empenhar-se neste trabalho a pensarem que devam proclamar a solene e sagrada mensagem em estilo teatral. Nem um jota nem um til de qualquer coisa teatral deve aparecer em nossa obra. A causa de Deus deve ter molde sagrado e celestial. Fazei com que tudo quanto esteja em conexão com a apresentação da mensagem para este tempo tenha o sinete divino. Não permitais que haja qualquer coisa de natureza teatral, pois isto prejudicaria a santidade da obra.

Foi-me mostrado que nos defrontaremos com todas as espécies de experiências e que os homens procurarão introduzir representações estranhas na obra de Deus. Já nos encontramos com tais em muitos lugares. No início de meu trabalho, foi dada a mensagem de que todas as representações teatrais, em conexão com a pregação da verdade presente, fossem desaconselhadas e proibidas. Os homens que pensavam ter um admirável trabalho a fazer procuraram adotar uma estranha atitude e manifestavam esquisitices no movimento do corpo. Eis a instrução que me foi dada: "Não aproveis tal coisa." Estas atitudes, com sabor teatral, não devem ocorrer na proclamação das solenes mensagens que nos foram confiadas.

O inimigo acompanhará de perto e aproveitará todas as vantagens que tiver das circunstâncias, a fim de rebaixar a verdade pela introdução de demonstrações indignas. Nenhuma destas apresentações deve ser permitida. As preciosas verdades que nos foram dadas devem ser pregadas com toda a solenidade e com santa reverência”. Manuscrito 19, 1910. Evangelismo , p. 139.

Ao assistir o filme em casa com minha família, na esperança de sermos alimentados espiritualmente, tivemos a profunda tristeza de ver uma cena de espiritismo explícito, clara e insofismável, onde o ator principal, Lucas, aparece depois de morto, antes de ter ressuscitado na segunda ressurreição, antes do milênio acabar (aparece escrito na tela aos 69 minutos e 40 segundos de projeção a expressão: “quase mil anos depois”), contrariando Apoc. 20:5 que afirma que “os outros (referindo-se aos ímpios) mortos não reviveram até que os mil anos se acabaram” conversando tranqüilamente com seu anjo da guarda, num lugar muito feio e infernal, como pintado pelo mundo, dentro de um cemitério. O mais terrível e espírita é quando o Lucas limpa a pedra ou lápide do seu próprio túmulo ainda fechado, onde seus restos mortais estão depositados, lê o seu nome, Lucas Albuquerque, e as datas de nascimento e de morte, aos 22 anos, e fica profundamente chocado e triste e pergunta se ele não vai ressuscitar e se não se salvará. Em seguida terminam os mil anos e nada é mostrado da ressurreição de Lucas. Talvez tentando atenuar o erro doutrinário tão chocante, na medida em que se ENCENA AO VIVO E A CORES A IMORTALIDADE DA ALMA, o filme mostra a seguir que tudo não passou de um pesadelo de Lucas, o qual acorda e toma uma decisão ao lado de Cristo. Entretanto, as questões que ficam para os que alegam que se trata apenas de um sonho, são: 1) tudo que Lucas sonhou – decreto dominical, fuga para o campo, perseguição, torturas, julgamento em tribunais, ... a 2ª vinda de Jesus, a trasladação para o céu,...) tudo isso é irreal? 2- Um mero pesadelo? Invenção do cérebro? O que se deseja na Igreja que se diz a única verdadeira, a cena de imortalidade da alma, espiritismo explícito, nada deixando a desejar em relação ao filme mundano Ghost – Do outro lado da vida? 3) Tal cena deveria estar no filme cujos objetivos seriam salvar pessoas do reino das trevas para a maravilhosa luz de Cristo Jesus nosso Senhor e Salvador, nos dias em que os dois enganos fatais de Satanás serão a guarda do domingo e a imortalidade da alma? 4) Porque logo com o ator principal do filme, no desfecho do filme? 5) Não estaria a IASD declarando em que direção está seguindo, ao invés de ser um lapso deixar no filme tal engodo mortal? 6) A IASD não já teria ensaiado crer no espiritismo quando afirma no livro Nisto Cremos, pág. 77, 1a. ed., 1989,  que “Durante a crucifixão a Sua (de Cristo) natureza humana morreu, e não a sua divindade, pois isso seria algo impossível”? Não diz a Escritura Sagrada em Heb. 2:17 que “...convinha que, em todas as coisas, se tornasse semelhante aos irmãos,...”? Se Jesus foi em tudo semelhante a nós, temos nós também uma parte que morre na morte e outra que fica viva? Não é isso espiritismo? Se Jesus era Deus aqui, porque Ele disse que do dia e hora de sua volta só o Pai sabia? (Mc. 13:32).

Alguém pode alegar que talvez, pela pressa, se tenha deixado escapar tal absurdo à luz da Palavra de Deus. Mas isso não se justifica, visto que conforme João Stéfan, o produtor, “demoramos um período de 10 anos para produzir o filme, desde a idéia até a produção final”, sendo gastos 4 meses só na edição do material”.

Além do mais, não foi a peça JA DO MILÊNIO, ou ANO 2.999, do mesmo autor, o primórdio desse filme herético? Não ensina a mesma, desde o princípio a imortalidade da alma, entretanto informando desde o princípio que tudo a ser apresentado na peça está “baseado nas informações que temos da Bíblia e do espírito de profecia?”

 

http://www.ministeriojovem.com/jas/ novo/jadomilenio.htm)

 

Se alguém disser que não é um filme oficial de uma organização religiosa, não tem sentido, na medida em que foi dirigido por um pastor adventista querido por alguns “religiosos”, Pr. W. Costa Júnior, sendo a produção concluída pelo SISAC e gravadora Novo Tempo, assumida pela Divisão Sul Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, conforme se lê em letras de tamanho bem grande ao final do filme, apoio esse que autoriza a exibição nas igrejas da corporação religiosa, dando a beber a todos do vinho da sua prostituição, mediante erro ensinado por Roma. “...a essência do catolicismo é o espiritismo”. 10 Grandes Verdades Sobre 1888. Jones e Waggoner Merecem Crédito?,  pág. 20.

Mediante os dois grandes erros - a imortalidade da alma e a santidade do domingo - Satanás há de enredar o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o fundamento do espiritismo, o último cria um laço de simpatia com Roma. O Grande Conflito, pág. 588.

Segundo os produtores (no site http://www.advir.com/ultimabatalha/index_news.htm) “Existem algumas recomendações quanto ao filme que devem ser seguidas: a produção não é recomendada para menores de 14 anos, pois apresenta cenas bastante fortes; também é prudente não apresentar o filme para pessoas que não tiveram contato com a mensagem bíblica, se isto for feito, recomenda-se a companhia de um adventista que possa dar as explicações necessárias”. Perguntamos: A IASD fez essa advertência aos membros? Não se configura tal procedimento um delito, passível de penalidade?

Queridos irmãos, não é esta mais uma evidência forte do cumprimento de profecia feita pela serva do Senhor, quando disse:

"O inimigo das almas tem procurado introduzir a suposição de que uma grande reforma devia efetuar-se entre os adventistas do sétimo dia, e que essa reforma consistiria em renunciar às doutrinas que se erguem como pilares de nossa fé, e empenhar-se num processo de reorganização. Se tal reforma se efetuasse, qual seria o resultado? Seriam rejeitados os princípios da verdade, que Deus em Sua sabedoria concedeu à igreja remanescente. Nossa religião seria alterada. Os princípios fundamentais que têm sustido a obra neste últimos cinqüenta anos, seriam tidos na conta de erros. Estabelecer-se-ia uma nova organização. Escrever-se-iam livros de ordem diferente. Introduzir-se-ia um sistema de filosofia intelectual. Os fundadores deste sistema iriam às cidades, realizando uma obra maravilhosa. O sábado seria, naturalmente, menosprezado, como também o Deus que o criou. Coisa alguma se permitiria opor-se ao novo movimento. Ensinariam os líderes ser a virtude melhor do que o vício, mas, removido Deus, colocariam sua confiança no poder humano, o qual, sem Deus, nada vale. Seus alicerces se fundariam na areia, e os vendavais e tempestades derribariam a estrutura." Special Testimonies Serie B, n 2, págs. 51-59, 1904 / Mensagens Escolhidas, Vol. 1, págs. 204, 205

 

Será que é difícil perceber que estão tentando unir o santo com o profano? Não é dessa que Satanás pretende rebaixar aquilo que Deus elevou? Se a leitura da Bíblia Sagrada se tornou obsoleta, prostremo-nos diante do trono da graça e clamemos a Deus em nome de Seu precioso Filho, rogando que Ele nos valha, dando-nos prazer em estudar as verdades eternas para o tempo em que vivemos, no limiar da eternidade. Paulo Augusto da Costa Pinto e Rosilene Coimbra Costa Pinto, adventistas bereanos, desde que explusos da IASD em 16.02.2004, após 41 e 31 anos de ASD, respectivamente, por não mais crerem no dogma católico da trindade.

 

OUTROS TEXTOS DO ESPÍRITO DE PROFECIA  

Satanás reúne todas as suas forças para o assalto do último conflito cerrado, e a resistência do seguidor de Cristo é provada ao máximo. Por vezes parece que ele terá que ceder. Mas uma palavra de oração ao Senhor Jesus vai como uma seta para o trono divino, e anjos de Deus são enviados ao campo de batalha. A situação é revertida. EGW, Nos Lugares Celestiais, pág. 297.

Satanás tem há muito estado a preparar-se para um esforço final a fim de enganar o mundo. ... Pouco a pouco ele tem preparado o caminho para a sua obra-mestra de engano: o desenvolvimento do espiritismo. Até agora não conseguiu realizar completamente seus desígnios; mas estes serão atingidos no fim dos últimos tempos. ... Com exceção dos que são guardados pelo poder de Deus, pela fé em Sua Palavra , o mundo todo será envolvido por esse engano. O Grande Conflito, págs. 561 e 562.

O espiritismo é a obra-mestra do engano. É a mais fascinante e bem-sucedida ilusão de Satanás, calculada para atrair a simpatia dos que tiveram de levar seus queridos à tumba. Anjos maus aparecem sob a forma dos que morreram, relatando incidentes ligados à vida deles e desempenhando atos que eles realizaram enquanto viviam. Desta forma [os anjos maus] levam as pessoas a acreditar que seus amigos mortos são anjos, os quais podem estar a seu lado e comunicar-se com eles. Esses anjos maus, que se apresentam como os queridos mortos, são tratados com uma certa idolatria, e sua palavra é considerada como de muito maior peso que a Palavra de Deus. Signs of the Times, 26 de agosto de 1889.

A vinda do Senhor deve ser precedida da operação de Satanás "com todo o poder, e sinais, e prodígios de mentira, e com todo engano da injustiça". II Tess. 2:9 e 10. E o apóstolo João, descrevendo o poder operador de prodígios que se manifestará nos últimos dias, declara: "Faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à Terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na Terra com sinais que foi permitido que fizesse." Apoc. 13:13 e 14. Não se acham aqui preditas meras imposturas. Os homens são enganados por sinais que os agentes de Satanás têm poder para fazer, e não pelo que pretendam realizar. O Grande Conflito, pág. 553.

Satanás é um inimigo astuto. Não é difícil para os anjos maus assumirem a forma tanto de santos quanto de pecadores já mortos, tornando a representação dos mesmos visíveis aos olhos humanos. Tais manifestações serão mais e mais freqüentes, e manifestações mais extraordinárias ocorrerão à medida que nos aproximarmos do fim do tempo. Review and Herald, 1º de abril de 1875.

Ele [Satanás] tem poder para fazer surgir perante os homens a aparência de seus amigos falecidos. A contrafação é perfeita; a expressão familiar, as palavras, o tom da voz, são reproduzidos com maravilhosa exatidão. ...

Muitos serão defrontados por espíritos de demônios personificando parentes ou amigos queridos, e declarando as mais perigosas heresias. Estes visitantes apelarão para os nossos mais ternos sentimentos de simpatia, efetuando prodígios para apoiarem suas pretensões. Devemos estar preparados para resistir a eles com a verdade bíblica de que os mortos nada sabem, e de que os que desta maneira aparecem são espíritos de demônios.

Está iminente diante de nós a "hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na Terra". Apoc. 3:10. Todos aqueles cuja fé não estiver firmemente estabelecida na Palavra de Deus, serão enganados e vencidos. O Grande Conflito, págs. 552 e 560.  

Não precisamos ser enganados. Cenas assombrosas, com as quais Satanás estará intimamente ligado, terão lugar em breve. A Palavra de Deus declara que Satanás operará milagres. Fará com que as pessoas fiquem doentes, e depois, de repente removerá delas seu poder satânico. Serão consideradas então como curadas. Essas obras de cura aparente levarão os adventistas do sétimo dia à prova. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 53.

Pág. 265  

As formas dos mortos aparecerão através de sutis enganos de Satanás, e muitos se unirão com aquele que ama e profere mentiras. ... Alguns se volverão da fé e darão ouvidos a espíritos sedutores e doutrinas de demônios. Olhando Para o Alto, pág. 311.

Os espiritualistas esforçar-se-ão por se envolver em conflito com os pastores que ensinam a verdade. Se estes não aceitarem, aqueles citarão as Escrituras para provar suas afirmações, tal como fez Satanás com Cristo. "Provai todas as coisas", dirão eles. Entretanto, sua idéia de "provar" equivale à aceitação de seus enganosos raciocínios e participação em suas reuniões. Nestas, os anjos das trevas assumem a forma de amigos mortos e comunicam-se com as pessoas como se fossem anjos de luz. Seus amados aparecerão em trajes luminosos, tão familiares à vista como quando estavam na Terra. Ensinarão as pessoas e conversarão com elas. Muitos serão enganados por esta maravilhosa demonstração do poder de Satanás. A única segurança para o povo de Deus é estar em constante relacionamento com suas Bíblias, e conhecer inteligentemente as razões de nossa fé no tocante ao sono dos mortos. Signs of the Times, 12 de abril de 1883.  

Anjos maus na forma de crentes trabalharão em nossas fileiras para introduzir um forte espírito de descrença. Não permitam que nem isto os desanime, mas apresentem um coração sincero para auxílio do Senhor contra os poderes de instrumentos satânicos. Esses poderes do mal se ajuntarão em nossas reuniões, não para receber uma bênção, mas para neutralizar as influências do Espírito de Deus. ... "Nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios." I Tim. 4:1. Manuscript Releases, vol. 8, pág. 345. Satanás está preparando seus enganos para a última campanha contra o povo de Deus, de modo que não o reconheçam. "E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz." II Cor. 11:14. ... Satanás utilizará seu poder ao extremo, para atormentar, tentar e desorientar o povo de Deus. Review and Herald, 13 de maio de 1862.  

Está chegando o tempo em que Satanás operará milagres diante de sua vista, pretendendo ser Cristo. Se os seus pés não estiverem firmemente estabelecidos na verdade de Deus, vocês serão afastados de seus fundamentos. Review and Herald, 3 de abril de 1888.  

A cada rejeição da verdade o espírito do povo se tornará mais entenebrecido, mais obstinado o coração, até que fique entrincheirado em audaciosa incredulidade. Em desafio às advertências que Deus deu, continuarão a calcar a pés um dos preceitos do decálogo, até que sejam levados a perseguir os que o têm como sagrado. Cristo é desprezado com o desdém que se lança à Sua Palavra e a Seu povo. Sendo os ensinos do espiritismo aceitos pelas igrejas, removem-se as restrições impostas ao coração carnal, e o professar religião se tornará um manto para ocultar a mais vil iniqüidade. A crença nas manifestações espiritualistas abre a porta aos espíritos enganadores e doutrinas de demônios, e assim a influência dos anjos maus será sentida nas igrejas. O Grande Conflito, págs. 603 e 604.  

As cenas da traição, rejeição e crucifixão de Cristo têm sido encenadas novamente, e tornarão a sê-lo em imensa escala. Pessoas imbuir-se-ão dos atributos de Satanás. Os artifícios do arquiinimigo de Deus e do homem terão grande poder. Mensagens Escolhidas, vol. 3, págs. 415 e 416.

Um espírito demoníaco toma posse de homens. ... Inteligência demoníaca... destruirá o homem formado à divina semelhança, porque... [o homem] não pode controlar a consciência de seu irmão e fazê-lo desleal à santa lei de Deus. Olhando Para o Alto, pág. 279.  

Mediante os dois grandes erros - a imortalidade da alma e a santidade do domingo - Satanás há de enredar o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o fundamento do espiritismo, o último cria um laço de simpatia com Roma. Os protestantes dos Estados Unidos serão os primeiros a estender as mãos através do abismo para apanhar a mão do espiritismo; estender-se-ão por sobre o abismo para dar mãos ao poder romano; e, sob a influência desta tríplice união, este país seguirá as pegadas de Roma, desprezando os direitos da consciência. O Grande Conflito, pág. 588.  

Quando o inimigo vier como uma inundação, o Espírito do Senhor levantará uma bandeira contra ele.

Disse o anjo: "Lembra-te de que estás em terreno encantado." Vi que devemos vigiar e cingir-nos de toda a armadura, tomar o escudo da fé, e então estaremos aptos para ficar em pé, e os dardos inflamados do maligno não nos poderão ferir. Primeiros Escritos, p. 60.  

Satanás tem há muito estado a preparar-se para um esforço final a fim de enganar o mundo. O fundamento de sua obra foi posto na declaração feita a Eva no Éden: "Certamente não morrereis." "No dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal." Gên. 3:4 e 5. Pouco a pouco ele tem preparado o caminho para a sua obra-mestra de engano: o desenvolvimento do espiritismo. Até agora não logrou realizar completamente seus desígnios; mas estes serão atingidos no fim dos últimos tempos. Diz o profeta: "Vi ... três espíritos imundos semelhantes a rãs. ... São espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus todo-poderoso." Apoc. 16:13 e 14. Com exceção dos que são guardados pelo poder de Deus, pela fé em Sua Palavra , o mundo todo será envolvido por esse engano. O povo está rapidamente adormecendo, acalentado por uma segurança fatal, para unicamente despertar com o derramamento da ira de Deus. Diz o Senhor Deus: "Regrarei o juízo pela linha, e a justiça pelo prumo, e a saraiva varrerá o refúgio da mentira, e as águas cobrirão o esconderijo: E o vosso concerto com a morte se anulará; e a vossa aliança com o inferno não subsistirá; e, quando o dilúvio do açoite passar, então sereis oprimidos por ele." Isa. 28:17 e 18. GC, 562.

Retornar a principal

Clique para retornar a capa de abertura do site

 


Internet Bereanos